Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Qualidade de produtos > Emissões Atmosféricas
Início do conteúdo da página

Emissões Atmosféricas

Publicado: Sexta, 30 de Setembro de 2016, 15h24

Os veículos automotores se converteram em expressivas fontes emissoras de poluentes atmosféricos, demandando a adoção de um conjunto de medidas de controle.

Esse quadro é resultado de diferentes fatores, dos quais se destacam as crescentes taxas de urbanização, a deficiência de políticas de transporte coletivo e os incentivos à produção e ao consumo de veículos particulares, o que impulsiona o crescimento rápido da motorização individual. Cenário parecido é notado no setor de transporte de cargas com sua logística baseada no uso de caminhões.

Buscando orientar medidas mais eficientes de intervenção foi instituído um Grupo de Trabalho pela Portaria Ministerial nº 336/2009, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), e do qual fizeram parte: a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a Petrobras, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Ministério de Meio Ambiente (MMA), o Instituto de Energia e Meio Ambiente (Iema), a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Como resultados de anos de pesquisa, coleta de dados e desenvolvimento de metodologias, foram divulgados os documentos:

2011 - 1º Inventário Nacional de Emissões Atmosféricas por Veículos Automotores Rodoviários - Avaliação das emissões veiculares no Brasil, de 1980 a 2009, com projeção para o período de 2010 a 2020.

2013 - 2º Inventário Nacional de Emissões Atmosféricas por Veículos Automotores Rodoviários - Estudo com dados consolidados de emissões de 1980 a 2012.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
>